Notícias

Filho de ex-PM de Cornélio Procópio é assassinado em Londrina


Brasil Net

Felipe Monteiro do Prado, de 32 anos trabalhava no setor administrativo da 4ª Companhia Independente da Polícia Militar em Londrina

Foto: Tarobá News/ Whatsapp / G1
O SD Felipe foi alvejado com pelo menos 15 disparos de arma de fogo pelas costas

Um policial militar foi executado na noite da segunda-feira (14), na rodovia Carlos João Strass, próximo da rotatória do Lago Cabrinha, na zona norte de Londrina.

O PM Bruno Felipe Monteiro do Prado, de 32 anos, estava de folga e seguia com sua moto para o centro quando foi alvejado com pelo menos 15 disparos de arma de fogo pelas costas.

Cápsulas de pistola calibres 380 e ponto 40 ficaram espalhadas na rodovia.

Os autores do crime estariam em dois veículos, um VW/Gol e uma camionete Santa Fé, localizada depois em chamas na ocupação do Flores do Campo, também na zona norte.

No mesmo local, um casal também foi baleado e levados ao hospital sem risco. Eles estavam em um veículo Gol e passavam pelo local no momento dos disparos. A princípio não teriam envolvimento com a execução do policial.

O PM Bruno Felipe Monteiro do Prado era filho do também policial Marcelo Prado, hoje na reserva militar de Londrina e ex-morador de Cornélio Procópio.

Segundo o Comando da Polícia Militar (PM),ele ingressou na corporação em 2013 e desde então trabalhava no setor administrativo da 4ª Companhia Independente da Polícia Militar de Londrina.

Um grande cerco de Policiais Militares com apoio da Civil se reuniram em busca dos autores da execução do policial.

"Soldado Prado possuía um relacionamento amistoso e harmonioso com seus comandantes e colegas policiais. Possuía um círculo de amizades quase que essencialmente de policiais. Ele que foi covardemente assassinado na noite desta segunda-feira", informou o tenente Emerson Castro.

CN INSTITUCIONAL


Fonte: *Redação Cornélio Notícias, com informações daTarobá News, Evandro Ribeiro e G1 Paraná
Novidades Faccrei