Notícias

Princesas furam fila da vacina contra Covid-19 e escandalizam Espanha


Brasil Net

Vacinadas em fevereiro, as irmãs Elena e Cristina de Bourbon de 57 e 55 anos, respectivamente, não estão entre os grupos prioritários

Foto: Ballesteros - Pool/Getty Images
As princesas Elena e Cristina de Bourdon

As princesas da Espanha, Elena, 57 anos, e Cristina de Bourbon, 55 anos, se envolveram em um escândalo após a notícia de que furaram a fila da vacinação contra a Covid-19 no país. As duas recorreram ao expediente para viajar a Abu Dhabi e encontrar o pai, o rei emérito Juan Carlos I.

De acordo com o jornal El Confidencial, as irmãs do atual rei da Espanha, Felipe VI, foram vacinadas ainda em fevereiro, mesmo sem fazer parte dos grupos de imunização prioritária.

Em um comunicado oficial, Elena tentou esclarecer a situação explicando que a vacina foi uma possibilidade oferecida à família para visitar o patriarca, exilado em Abu Dhabi desde agosto de 2020, quando fugiu de acusações de irregularidades financeiras.

“Minha irmã e eu viemos visitar o nosso pai e a fim de obter um passaporte de saúde que nos permitisse fazê-lo regularmente, foi-nos oferecida a possibilidade de sermos vacinadas, com o que concordamos”, disse.

A Casa Real espanhola não comentou o assunto, mas lembrou que as irmãs do rei Felipe VI deixaram de fazer parte da família real em 2014, quando o então rei Juan Carlos I abdicou ao trono e passou a coroa para o filho. Felipe VI, a esposa e as filhas, de acordo com regras estabelecidas para todos os habitantes do país, aguardam o momento de serem imunizados.

CN INSTITUCIONAL


Fonte: *Redação Cornélio Notícias, com informações do Portal Metrópoles
SEMANA 01 Faccrei