Notícias

Reino Unido autoriza remédio contra Covid-19 testado em Curitiba


Brasil Net

O remédio foi testado no Complexo Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (CHC-UFPR), um dos sete locais do Brasil e o único do Paraná a realizar a pesquisa

Foto: Twenty20photos/Envato Elements
O teste em Curitiba foi feito com o maior número de voluntários no país

O Reino Unido é o primeiro país do mundo a autorizar, de maneira condicional, o uso do medicamento oral molnupiravir, da farmacêutica Merck/MSD, contra a Covid-19. O remédio foi testado internacionalmente e o Complexo Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (CHC-UFPR) foi um dos sete locais do Brasil e o único do Paraná a realizar a pesquisa, registrando o maior número de voluntários no país.

Durante os estudos, o antiviral reduziu pela metade a hospitalização ou morte por Covid-19 dos usuários em relação aos pacientes em receberam o placebo. A infectologista Mônica Gomes, coordenadora do estudo no CHC-UFPR, explica que o remédio inibe a replicação do vírus, bloqueando a síntese do RNA viral.

“O molnupiravir foi indicado para pessoas com até cinco dias de sintomas da Covid-19. Das 8 mortes ocorridas em 29 dias do início da doença, nenhuma foi no grupo de pessoas que usaram a droga, em comparação com aqueles que usaram placebo”, explica.

O medicamento ainda não teve o uso liberado no Brasil e não substitui a vacinação. No Reino Unido o uso foi autorizado para pacientes com Covid-19 leve a moderada e pelo menos um fator de risco para o desenvolvimento de doença grave.

CN INSTITUCIONAL


Fonte: Redação CN Notícias, com informações da UFPR